Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!

Obama tem certeza de que EUA vão voltar ao Acordo de Paris

Published in Recomendado
sábado, 07 julho 2018 11:43
Rate this item
(0 votes)

O ex-Presidente dos EUA Barack Obama disse hoje ter "a certeza" de que os EUA vão voltar ao Acordo de Paris e que "mais e mais países vão assumir metas mais arrojadas no futuro" no combate às alterações climáticas.

Obama, que falava durante a cimeira Climate Change Leadership, esta sexta-feira na cidade portuguesa do Porto, destinada a debater as alterações climáticas, lembrou que durante a sua administração mostrou ser possível "criar emprego e promover a economia e ao mesmo tempo investir em energia limpa".
"Para continuar este programa, teríamos de juntar as mãos com outros países", realçou.
Para o 44.º presidente dos Estados Unidos da América, que assumiu o combate às alterações climáticas como uma prioridade para os seus mandatos, entre 2009 e 2017, "não importa o que é feito agora, a temperatura vai mesmo aumentar por uns tempos".
"Mesmo que sejam implementadas as regras mais restritas, as emissões já feitas implicam que a temperatura vá continuar a aumentar durante algum tempo", realçou, considerando que "seria importante que as empresas partilhassem um número" e "associassem um preço com as perdas ou com os gastos feitos na adaptação às alterações climáticas".
Perante o problema que representam as alterações climáticas, Obama assinalou que "a maior parte das vezes já existem respostas para os solucionar" e que a dificuldade na sua implementação passa pelas "instituições" e a forma como as coisas estão organizadas.
"Temos de encorajar os cidadãos a pressionar os seus governos (...) as coisas têm de ser resolvidas a partir das bases", frisou, realçando que "algumas vezes a liderança esquece que o poder vem das pessoas e não se pode impor uma resposta sem que estas sintam resistência".
Barack Obama disse mesmo que "a única forma de as coisas mudarem é as pessoas concordarem que é preciso uma mudança".
"Não há muros altos o suficiente" para travar pessoas com fome
O ex-Presidente dos EUA Barack Obama disse ontem que não há "muros altos o suficiente" para conter pessoas com fome, admitindo existir uma correlação entre as alterações climáticas e a migração de populações.
"Podemos ter a certeza que vamos ter movimentações em massa de pessoas em todo o mundo" como consequência das alterações climáticas que são um factor de risco para o "aumento dos conflitos", destacou o 44.º Presidente dos Estados Unidos da América durante a cimeira Climate Change Leadership, esta sexta-feira no Porto.
Obama disse que um dos factores que provocou o conflito na Síria foi a "seca persistente que levou agricultores para as cidades", alterando radicalmente a demografia e o poder político.
"Acredito nos especialistas e na ciência. Sei que há quem não [acredite]", assinalou o ex-Presidente norte americano, destacando que "a solução não é rejeitar a ciência", mas encontrar um "compromisso cívico" comum.
Questionado sobre o papel dos media tradicionais na democracia e no combate às alterações climáticas, Obama relatou como nos EUA quem assiste à Fox News tem uma percepção da realidade diferente da de quem lê o New York Times, sendo essa "uma das razões da polarização política" no país.
"A solução? Não tenho resposta. A internet tornou isto pior. É muito fácil escolher uma pessoa e dar-lhe informação falsa", indicou.
E acrescentou: "A solução será se os media tradicionais forem mais criativos e reconheçam o papel que têm na nossa liberdade. São protectores da nossa democracia e temos de encontrar meios para apoiar o jornalismo sério".
"A democracia funciona se todos acreditarmos nos mesmos factos [mas] podemos interpretar esses factos de forma diferente", referiu
Obama deixou ainda uma palavra aos jovens sobre a necessidade de envolver as novas gerações para encontrar soluções, considerando que são "mais sofisticados e com mais preocupações climáticas" (RM NMinuto)

Read 376 times

Escolha do editor

Publicidade

Sociedade

João Lourenço 'mexeu' obras de milhões, de José Eduardo dos Santos

João Lourenço 'mexeu' obras de milhões, de José Eduardo dos Santos

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou, alterou ou mudou a gestão de contratos e projectos ap...

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Mostly Clear

18°C

Maputo, MZ

Mostly Clear

Humidity: 75%

Wind: 17.70 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco