Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML

Conselho de Segurança da ONU preocupado com preparativos de eleições na Guiné-Bissau

Published in Política
sábado, 29 dezembro 2018 16:16
Rate this item
(0 votes)

O Conselho de Segurança da ONU manifestou preocupação com os preparativos das eleições legislativas na Guiné-Bissau, marcadas para 10 de Março, e avisou que devem acontecer antes das presidenciais, previstas também para 2019.

 

Num comunicado à imprensa, os 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas salientam que realizar eleições livres e justas é vital para preservar a estabilidade do país.

O Conselho de Segurança destacou também o papel da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, CEDEAO  no apoio à estabilização da Guiné-Bissau e elogiou a organização por estar determinada a responsabilizar quem criar obstáculos ao processo eleitoral.

As Forças Armadas da Guiné-Bissau voltaram a ser elogiadas pelo Conselho de Segurança da ONU por continuarem a não interferir na política.

Os membros recomendam também que a força de interposição Ecomib, da CEDEAO, permaneça no país até ao final do ciclo eleitoral para manter a estabilidade.

O comunicado do Conselho de Segurança foi emitido depois de ter estado reunido a 21 de Dezembro para debater o relatório especial do secretário-geral da ONU sobre a avaliação ao Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS), que recomenda o fim daquela missão em 2020.

A próxima resolução do Conselho de Segurança sobre a UNIOGBIS vai ocorrer em Fevereiro de 2019.

A Guiné-Bissau vive uma crise política desde a demissão, por José Mário Vaz, do Governo liderado pelo primeiro-ministro Domingos Simões Pereira, do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, vencedor das legislativas de 2014), em Agosto de 2015.

Em Abril, os vários actores políticos chegaram a um consenso e o Presidente guineense nomeou Aristides Gomes primeiro-ministro com o objectivo de organizar eleições legislativas a 18 de Novembro.

A data das legislativas teve de ser adiada para 10 de Março de 2019, devido a dificuldades financeiras e técnicas, que atrasaram o início do recenseamento eleitoral. (RM)

Read 211 times

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco