Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
Política

Política (44)

Mais de três mil postos de recensemanto eletoral foram instalados, nas cinquenta e três autarquias do país, para responder às necessidades do processo que arrancou esta segunda-feira, à escala nacional.

A Comissão distrital de eleições de Nampula divulgou hoje os resultados intermédios da segunda volta da intercalar de Nampula para a eleição do edil daquela autarquia, em substituição de Mahamudo Amurane, assassinado a 4 de Outubro de 2017.

Os resultados confirmam a vitória do candidato Paulo Vanhale, da Renamo.
Os resultados do apuramento intermédio, apresentados pelo presidente da Comissão Distrital de Eleições, Martinho Marcelino, confirmam que Paulo Vahanle candidato da Renamo, arrecadou 55.265 votos, que correspondem a 58,53 por cento dos eleitores, contra 39.254 votos de Amisse Cololo, candidato da Frelimo, equivalentes a 41,46 por cento.
No total, foram às urnas na quarta-feira 96.398 eleitores, de um universo de 296.590 inscritos nos cadernos eleitorais, o que significa uma abstenção de 67,49 por cento, cifra que superou a primeira volta, em que mais de 75 por cento dos eleitores inscritos não se apresentaram às mesas para votar.
Espera-se que a Comissão Nacional de Eleições faça, durante o fim-de-semana, a requalificação dos votos e divulgue publicamente os resultados definitivos, que deverão ser submetidos ao Conselho Constitucional para validação e proclamação.
Prevê-se que o novo presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula tome posse em Abril, para iniciar a implementação do manifesto eleitoral, num programa de governação que vai durar pouco mais de cinco meses, já que em Outubro deverão realizar-se as eleições em todas as 53 autarquias do país.
Para a segunda volta concorreram Amisse Cololo e Paulo Vahanle, candidatos que na primeira volta ocuparam os dois primeiros lugares sem, contudo, atingir os 50 por cento dos votos validamente expressos preconizados pela Lei Eleitoral.
A segunda volta da eleição intercalar de Nampula poderá constituir o último sufrágio em que os cidadãos exerceram o voto secreto e directo para a escolha de presidente de Conselho Municipal no país, à luz dos consensos alcançados entre o Presidente da República, Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama. Ao abrigo desses entendimentos, os cidadãos passarão a eleger, de forma indirecta, em Outubro, o presidente do Conselho Municipal, votando nos partidos políticos, coligações de partidos políticos e grupos de cidadãos organizados. (RM Notícias)

A Comissão Política da Frelimo saúda o povo moçambicano, em especial os munícipes de Nampula, que esta quarta-feira, exerceram o seu direito de voto, para a escolha do Presidente desta urbe. 

A Frelimo reafirma que as autarquias constituem pilares, para o aprofundamento do processo de descentralização e desconcentração de poderes, tendo em vista a consolidação da democracia.

Num comunicado de imprensa recebido na nossa Redacção, o órgão felicita a realização, no distrito de Dondo, Província de Sofala, do Primeiro Seminário Nacional de Mobilização e Propaganda desta Formação Política.   

No mesmo documento a Comissão Política felicita o Presidente Filipe Nyusi, por ter dirigido a cerimónia de inauguração de 13 pontes, na estrada Ile-Gurúè-Cuamba, no corredor Zambézia-Niassa.

A Comissão Política felicita, ainda, o Presidente Nyusi, pela sua participação na décima-quinta Conferência Anual do Sector Privado, realizado esta semana, em Maputo. (RM)

Em Nampula, cerca de 290 mil eleitores são chamados às urnas, hoje, para a escolha do futuro presidente do conselho municipal, no quadro da segunda volta da eleição intercalar desta quarta-feira.

As mesas de votação já abriram as portas, e concorrem para o cargo de Edil de Nampula Amisse Cololo, da Frelimo, e Paulo Vahanle, da Renamo.
O Porta-voz da Comissão Provincial de Eleições, Albertino Luís, disse, há momentos no Café da Manhã da Rádio Moçambique, que todas as condições estão criadas para o escrutínio e insta os cidadãos da urbe para se dirigirem aos postos de votação.

“Não deixem para a última hora, afluam em massa nesta manhã. Não se cansem, o processo de votação é célere, temos só uma única eleição de presidente, não são duas eleições, é um único boletim de voto. Chegou na cabine registou, basta o seu nome constar no caderno e prontos! O indivíduo regressa à casa e continua com os seus afazeres. Vão às urnas e não esperem pela última hora !”, advertiu.

Entretanto, o Presidente da Comissão Nacional de Eleições, Abdul Carimo, exorta os munícipes desta autarquia para afluírem às mesas de votação.

“Caros munícipes, dirijam-se às assembleias de voto para votarem no candidato da vossa preferência, pois, este servirá os vossos interesses e da vossa autarquia. Vão votar caros munícipes de Nampula, ninguém deve ficar em casa e logo que exercer o seu direito, deve retirar-se da área da assembleia de voto e aguardar pelo resultado da eleição em sua casa”, disse Abdul Carimo, presidente da Comissão Nacional de Eleições.

O mesmo apelo já tinha sido feito, no último sábado, pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, durante a visita que vinha efectuando à província de Sofala.

“Apelar a população da cidade de Nampula, a se dirigir em massa às mesas de assembleia de voto e exercer o seu direito cívico e responsabilidade como cidadãos comprometidos como o desenvolvimento da cidade de Nampula. Votar é imperativo de cidadania”, disse Nyusi, apelando os munícipes da cidade de Nampula para afluírem hoje às mesas das assembleias de voto.
A Rádio Moçambique tem posicionado uma vasta equipa de repórteres, em vários pontos da autarquia de Nampula, para a cobertura integral deste processo. ( RM Nampula)

No Município de Nampula, encerrou, ontem, a campanha para a segunda volta da eleição intercalar desta quarta-feira.

Hoje, o dia está reservado para a reflexão dos eleitores que, amanha, vão as urnas para decidir o futuro da autarquia.

Ao cargo de edil do município de Nampula, concorrem os dois candidatos mais votados na primeira volta do escrutínio, nomeadamente Amisse Cololo, da Frelimo, e Paulo Vahanle, da Renamo.

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral, STAE, assegurou que tudo está a postos para o processo eleitoral.

E a propósito desta segunda volta da eleição intercalar no Município de Nampula, o Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social, concede tolerância de ponto, esta quarta-feira, aos munícipes desta autarquia.

Uma nota de imprensa recebida na nossa redacção, indica que a tolerância de ponto não abrange os trabalhadores cuja natureza da sua actividade não permite interrupção no interesse público. ( RM Nampula)

Encerra hoje a campanha eleitoral para a segunda volta da eleição intercalar do novo presidente do Conselho Municipal da Cidade de Nampula. Amanhã é o dia reservado à reflexão, devendo a votação ocorrer na quarta-feira em 401 mesas de votação organizadas para o efeito.

Na primeira volta nenhum dos cinco candidatos conseguiu arrecadar mais de cinquenta por cento dos votos necessários para ganhar a eleição, tendo os dois mais votados sido remetidos a uma segunda volta da disputa.

Amisse Cololo, da Frelimo, e Paulo Vahanle, da Renamo, voltaram ao terreno para os 10 dias da campanha definidos por lei, tendo cada um divulgado o seu manifesto, com promessas ao eleitorado, nomeadamente, de resolver os problemas com que a cidade se debate, melhorando as condições de vida dos munícipes.

Fundamentalmente, os dois candidatos concentraram as suas mensagens de “caça” ao voto em promessas de uma melhor gestão do problema do lixo; a transitabilidade das vias de acesso, sobretudo nos bairros suburbanos; a disponibilidade de água potável e do transporte público, entre outras.

Tanto Cololo, como Vahanle, avaliam positivamente a campanha que hoje termina, assumindo terem atingido o maior número possível de eleitores. Também manifestaram satisfação pelo civismo que, uma vez mais, caracterizou a campanha. Ambos aproveitaram este período para mobilizar os eleitores a afluir em massa às mesas de voto.

Entretanto, o director distrital do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) assegurou que tudo está a postos para o processo de votação. O material, nomeadamente os boletins de voto, tinta indelével, cadernos e outros, já chegou sábado à cidade de Nampula.

“Já estamos no processo de introdução do material nos kit. Às 7.00 horas do dia 13 (amanhã) vamos iniciar o posicionamento do material nos postos, o que esperamos concluir até cerca das 17.00 horas do mesmo dia”, explicou.

A Polícia, em Nampula, referiu, por seu turno, que está em prontidão para que o final da campanha e o processo de votação ocorram sem sobressaltos.

Para o processo de votação, na quarta-feira, estão inscritos cerca de 300 mil eleitores.(RM/Notícias)

Rússia saúda progressos no diálogo Governo/Renamo

Published in Política
quinta, 08 março 2018 07:53

A Federação Russa diz estar a acompanhar, atentamente, os progressos no diálogo entre o Governo e a Renamo.

A propósito, o Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que a Rússia saúda as partes envolvidas no diálogo pelos entendimentos alcançados para o restabelecimento da paz em Moçambique.

O chefe da diplomacia russa falava, esta quarta-feira, em Maputo, após ser recebido em audiência pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, no âmbito da visita que efectua a Moçambique. ( RM)

A Comissão Política da Frelimo saúda o Presidente da República e do partido, Filipe Nyusi, por ter orientado o lançamento do Plano Estratégico de Combate à Corrupção 2018-2022 e pela iniciativa de erradicação deste mal e eliminação dos factores que estão na sua origem.

O órgão felicita Filipe Nyusi, pelo título de Doutor Honoris Causa a si atribuído, semana passada, pelo Instituto de Diplomacia e Relações Internacionais Genebra e considera a distinção como resultado da sua coragem e pragmatismo, na busca da paz efectiva.

Em comunicado, a Comissão Política da Frelimo recomenda a bancada parlamentar da Frelimo a continuar a trabalhar, arduamente, para que os consensos alcançados sobre o pacote da descentralização sejam uma realidade, garantindo que os órgãos sejam eleitos no modelo de Cabeça de Lista.

No mesmo documento, o órgão mais alto do Partido Frelimo saúda o Conselho Municipal de Maputo pela prontidão na elaboração e execução de um plano para o reassentamento das vítimas da tragédia da lixeira de Hulene e exorta as famílias para não retornarem àquela zona. ( RM)

A União Europeia anunciou, esta quarta-feira, que vai desembolsar mais de 750 milhões de meticais nos próximos cincos anos para o combate à corrupção em Moçambique, defendendo um sistema judiciário íntegro, eficiente e responsável.

A ajuda foi anunciada pelo encarregado de negócios da Delegação da UE em Moçambique, Stergios Varvaroussis, falando no lançamento em Maputo do Plano Estratégico do Gabinete Central de Combate à Corrupção (GCCC) de Moçambique para o período 2018-2022.

Stergios Varvaroussis disse que a verba será usada no sector da justiça, envolvendo as associações profissionais, sistema da justiça, sociedade civil e a comunicação social.

Moçambique e Rússia vão reforçar a cooperação bilateral, anunciaram esta quarta-feira os ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países após um encontro em Maputo.

Escolha do editor

Publicidade

Cultura

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Mostly Clear

20°C

Maputo, MZ

Mostly Clear

Humidity: 94%

Wind: 11.27 km/h

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Conosco