www.rm.co.mz

A+ A A-

Mundo

Os Estados membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) condenaram, esta quinta-feira, o novo disparo de um míssil de médio alcance pela Coreia do Norte, reiterando a sua vontade de impor mais sanções a este país.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Pyongyang vai reagir de "forma impiedosa" à mais pequena provocação dos Estados Unidos, afirmou, esta quinta-feira, o embaixador da Coreia do Norte na Rússia.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Os 15 embaixadores do Conselho de Segurança da ONU vão a Washington a 24 de Abril para se reunirem com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e congressistas.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Várias escolas de Luanda estiveram, esta quarta-feira, sem aulas, no primeiro dos três dias de greve convocada pelo Sindicato de Professores Angolanos (Sinprof) para reclamar aumentos salariais e actualização de carreiras, com alunos no exterior e cartazes anunciando a paralisação.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Seul testou com sucesso um míssil balístico de fabrico sul-coreano com alcance de 800 quilómetros, o suficiente para atingir os pontos mais remotos do território norte-coreano, anunciou hoje a agência Yonhap.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Pelo menos cinco pessoas morreram e várias outras ficaram feridas na explosão, esta quarta-feira, de um carro armadilhado diante de um restaurante perto da sede do Ministério somáli da Juventude e Desportos, em Mogadíscio, informou a Agência Somalí de Notícias.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Os Estados Unidos da América de Donald Trump "não hesitariam" em participar num terceira guerra mundial assim como "é muito provável" que se envolvam em conflitos internos de países estrangeiros, acredita o historiador da Universidade de Northwestern Robert Wallace.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Ataque químico na zona de Khan Cheikhoun, na província síria de Idleb, pode ter feito mais de 100 mortos e 400 feridos.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), o ataque causou mais de 100 vítimas mortais, entre elas menores, e 400 feridos, balanço cuja tendência é vir a aumentar.

Citando fontes médicas e activistas, o OSDH acrescentou que alguns feridos do ataque, perpetrado por aviões não identificados, apresentavam sintomas de asfixia, vómitos e dificuldade de respirar.

Este ataque é descrito pelos activistas sírios como "um dos piores com gás tóxico no país em seis anos de guerra civil", não havendo ainda indicação sobre qual o tipo de gás utilizado.

De acordo com os mesmos activistas, o ataque foi causado por um bombardeamento aéreo levado a cabo ou pelo governo sírio ou pela aviação russa, sendo que as forças armadas russas já negaram a autoria deste ataque na zona de Khan Cheikhoun, na província síria de Idleb.

Depois da oposição síria ter pedido ao Conselho de Segurança da ONU que abrisse um inquérito com urgência, e de o ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Jean-Marc Ayrault, ter exigido "uma reunião de urgência" na sequência do ataque, que classificou como "acto ignóbil", tal vai mesmo acontecer.

A chefe da diplomacia da União Europeia, a italiana Federica Mogherini, acusou directamente o regime de Bashar al-Assad de ser "o principal responsável" pelo ataque químico.

 Comissão da ONU já está a investigar os ataques com armas químicas.

A Comissão de Inquérito das Nações Unidas sobre os Direitos do Homem na Síria anunciou, esta terça-feira, que já está a investigar o ataque com armas químicas no noroeste do país, que fez mais de 58 mortos, incluindo crianças.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, apelou ontem a que se apurem "responsabilidades claras" pelo ataque.

Steffan de Mistura mostrou-se convencido de que "haverá uma reunião do Conselho de Segurança da ONU" sobre este caso, algo que já foi pedido pelo membro-permanente França.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), o ataque aéreo com gás tóxico em Khan Cheikhoun causou 58 vítimas mortais, entre elas 11 menores.

A organização não-governamental, que citou fontes médicas e activistas, acrescentou que alguns feridos do ataque, perpetrado por aviões não identificados, apresentavam sintomas de asfixia, vómitos e dificuldade de respirar.

O observatório indica ainda que o balanço de vítimas mortais poderá aumentar tendo em conta o elevado número de feridos.

Os activistas sírios descreveram o ataque como um dos piores com gás tóxico no país em seis anos de guerra civil e disseram não ter ainda indicação sobre qual o tipo de gás utilizado.

De acordo com os mesmos activistas, o ataque em Khan Cheikhoun, província de Idleb, foi causado por um bombardeamento aéreo levado a cabo ou pelo governo sírio ou pela aviação russa.

A oposição síria já pediu ao Conselho de Segurança da ONU que abra com urgência um inquérito sobre o ataque com "gás tóxico" perpetrado, segundo disse, pelo regime de Bashar al-Assad no noroeste do país.

A maior parte da província de Idleb está sob controlo de fações rebeldes e islâmicas, entre elas o Organismo de Libertação do Levante, a aliança formada em torno da ex-filial síria da Al Qaeda.

Nos últimos dias têm-se registado vários bombardeamentos, alegadamente com gases, no norte da Síria.

No passado dia 30 de Março, mais de 50 pessoas ficaram feridas ou com sintomas de asfixia devido a ataques perpetrados por aviões e helicópteros não identificados, alguns com substâncias químicas, na província de Hama, vizinha de Idleb. (RM/NMinuto)

Publicado em Mundo
Ler mais ...

O porta-voz do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) apelou, esta terça-feira, aos seus seguidores para atacarem os países que lutam contra a organização no Iraque e na Síria e descreveu o Presidente dos EUA, Donald Trump, como um "medonho idiota".

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Os investigadores russos identificaram esta terça-feira o suposto autor do atentado no metro de São Petersburgo como Akbarjon Djalilov, 22 anos, natural do Quirguistão.

Publicado em Mundo
Ler mais ...

Rádio Online - A. Nacional

Emissor Provincial de Gaza

Emissor Provincial de Sofala

GLOSSÁRIO DE CONCEITOS POLÍTICO-SOCIAIS E DESPORTIVOS

Tempo

Error: Unable to set cache write permissions.
See file DOCUMENTATION


Weather data OK.
Maputo
20 °C

Breves

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Direcção de Informação:  email: dinfoweb@rm.co.mz; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP - 2015. Implementado por mozclique.com

Login or Register

LOG IN

Register

User Registration