www.rm.co.mz

A+ A A-

Construção do Hospital Geral de Nampula arranca no segundo semestre

Classifique este item
(0 votos)

O sector da saúde da província de Nampula anunciou, esta quinta-feira, que está tudo a postos para o arranque da construção das obras do Hospital Geral de Nampula, no início do segundo semestre deste ano em curso.

A garantia foi dada pela directora provincial de saúde de Nampula, Munira Abudou, durante a reunião provincial de partilha de boas práticas em qualidade e humanização dos cuidados de saúde, que decorre na cidade capital provincial, sob o lema “ Comunidade e Saúde por um atendimento humanizado e de qualidade em Moçambique”.
Abudou disseque o Hospital Geral de Nampula será a maior unidade sanitária daquela província, depois do Hospital Central de Nampula, HCN, e vai responder cabalmente às exigências de atendimento que esta não conseguia satisfazer.
“ Já temos dinheiro, de parceiros, garantido. Dispomos de espaço dentro da cidade-capital para a sua construção. Será um hospital com várias especialidades e que vai concorrer para descongestionar o nosso hospital central”, assegurou a fonte.
Segundo a directora, a capacidade mínima daquela unidade sanitária será de 300 camas.
As obras de construção do hospital vão absorver cerca de 20 milhões de dólares norte-americanos, que serão desembolsados pelo Banco Árabe de Desenvolvimento Económico de África e o governo moçambicano.
No encontro de reflexão sobre a qualidade e humanização dos cuidados de saúde, com duração de dois dias, o governador de Nampula, Victor Borges, comprometeu-se, em nome do governo provincial, a arregaçar as mangas no sentido de edificar mais unidades sanitárias, pois que, no seu entender, a facilidade no acesso aos serviços de saúde é que determina a qualidade da respectiva prestação.
Na ocasião, Borges reconheceu que há, ainda, um desafio árduo para responder à qualidade e humanização dos cuidados de saúde em Nampula, porquanto os rácios médico/utente e enfermeiro/utente precisam de ser melhorados.
“Temos que ter profissionais formados para melhoramos os rácios médicos e enfermeiro/utente, não só em quantidade, mas também m habilidade. Estamos a lutar para dispormos de infra-estruturas de qualidade com profissionais devidamente preparados, próxima dos utentes, para que os cuidados de saúde sejam melhores ”, realçou.
O governante instou aos profissionais de saúde a pautarem por uma postura exemplar diante do doente, porque é isso que determina a humanização dos cuidados de saúde.
Por sua vez, Ana Cala, do Ministério de Saúde, consciencializou aos participantes daquele encontro que a qualidade e humanização de saúde implica uma maior vocação, no saber ser, fazer e estar.
Alertou, ainda, que a integridade da sociedade e da participação social torna-se importante na melhoria de serviços, porque permite a realização das actividades de saúde, como, por exemplo, a luta contra o desvio e roubo de medicamentos, cobranças ilícitas nas unidades sanitárias, bem como o mau atendimento. (RM-Nampula)

Modificado em

Rádio Online - A. Nacional

Emissor Provincial de Gaza

Emissor Provincial de Sofala

RM Desporto

Tempo

Error: Unable to set cache write permissions.
See file DOCUMENTATION


Weather data OK.
Maputo
21 °C

Breves

Visit the new site http://lbetting.co.uk/ for a ladbrokes review.

Direcção de Informação:  email: dinfoweb@rm.co.mz; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP - 2015. Implementado por mozclique.com

Login or Register

LOG IN

Register

User Registration